Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

domingo, 1 de janeiro de 2012

Abordagem - O mito do Ateísmo

Talvez essa seja uma dúvida que poucos ou nenhum ateu tem. O ateísmo realmente deve ser disseminado a qualquer custo, doa a quem doer? A verdade sobre o Universo é tão importante a ponto de abordarmos pessoas que crêem em um dos muitos contos de fadas e quebrar o encanto feito por eles?

A resposta nem sempre é simples, e como em muitos outros assuntos, não há uma verdade universal. Porém há o bom-senso, que deveria ser utilizado por todos em qualquer momento da vida. O bom-senso neste caso deve abordar o “como, quando, porque e para quem”.

A maneira com que se fala sobre o ateísmo faz grande diferença num diálogo entre ateu e crente. O feedback que o ateu receberá deste crente dependerá, dentre outros fatores, da maneira como ele o abordou. Algumas vezes, mesmo que a maneira como que se iniciou a conversa seja banhada de educação e sinceridade, o religioso não aceitará e muito menos concordará com o que foi dito. Mas isto não é novidade alguma, certo?

E quando falar? Quando se ‘assumir’ ateu? E quando perguntarem o que significa isso? “Então, você não acredita em nada?”. Alguns fazem questão de dizer que são ateus. “Oi, prazer, eu sou ateu”. Já outros acreditam que a escolha de crer ou não crer não é um fator tão importante para os relacionamentos. Como já dito, não há apenas uma maneira exata de agir.

E porque se dizer ateu? Para quem se deve dizer? Se você convive com a pessoa, conversa frequentemente com ela, provavelmente em algum momento chegarão neste ponto. Se você não tomar a iniciativa, certamente a outra pessoa tomará. Pode demorar, porém é provável que a religião seja um dos assuntos abordados. Porque, querendo ou não, a missão de “desconverter” um ‘crente’ é, no mínimo, excitante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VAMOS CELEBRAR A ESTUPIDEZ HUMANA

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015 VAMOS CELEBRAR A ESTUPIDEZ HUMANA http://colunaclio.blogspot.com.br/2015/01/vamos-celebra...