Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

sábado, 21 de janeiro de 2012

ALEXANDER FOI PRESO POR SER ATEU




Alexander, um funcionário público de 31 anos, na INDONÉSIA, foi agredido por muçulmanos e preso por escrever noFACEBOOK:

 “Se Deus existe, por que acontecem coisas ruins?” e “Se Deus é misericordioso, deveriam acontecer apenas coisas boas”.

Ainda por cima pode pegar 5 ANOS DE PRISÃO por isso. Onde está a ONU e os direitos humanos quando se precisa?

A prisão desse homem é um crime contra a humanidade, um total ato agressivo contra a intelectualidade da nossa espécie. Um absurdo, estúpido e hediondo ato de crueldade e estrema CENSURA INTELECTUAL. É um total desrespeito com os ateus de todo o mundo.

ATEU POETA


Neste link dá pra baixar a foto dele, por no seu perfil do Facebook é um modo de protestar: http://repensar.net/2012/01/ateu-e-condenado-a-5-anos-de-prisao-por-escrever-no-facebook-deus-nao-existe/

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

MESTRE DOS MAGOS


MESTRE DOS MAGOS

Se você conhece o desenho "Caverna do Dragão" e é fã sem dúvida já se perguntou por que este desenho não tem fim. Uma indagação que passa despercebida pelos telespectadores é: "como se chama o Mestre dos Magos?".


Por isso estou produzindo este texto que é uma pequena análise de alguns elementos do desenho. Descobri há pouco o verdadeiro nome do Mestre dos Magos e que ele não tem anda a ver com o suposto último capítulo que alguns dizem existir nos EUA. Ele é um deus bom com o poder de ressurreição.

Antes de tudo é preciso esclarecer o mundo fantástico onde os 5 jovens se encontram não é o Inferno católico, nem o unicórnio de Bob, uni, é um pequeno demônio.

O Mestre dos Magos não é mau nem o Vingador é bom, como dizem que apareceu no filme. Na verdade, nem sabemos se o tal filme existe, mas este não é o caso afinal.

O mundo terrível é apenas o mundo que existe na mente dos religiosos, cheio de monstros e outros seres supernaturais da imaginação mística. É como uma viagem ao mundo da Idade Média e Antiga. Os seres que ali se encontram são justamente dessas épocas, de diversos povos, dentre eles gregos, celtas, persas e chineses.

PRIMEIRO VAMOS AOS GREGOS

• Há no desenho um dragão de duas cabeças= Alegoria da Hidra



• Diana= Deusa da caça e rainha das amazonas



• Zandora= Aparece como bruxa mas é semelhante a Pandora, a primeira mulher para os gregos antigos.


PERSAS

• Tiamat= Deusa que pariu os outros deuses. Deusa dragão Criadora do mundo para os Persas, Babilônios e Sumérios.

CHINESES

• Dragões dourados= Realizam desejos e têm o poder de voar, para os chineses, sendo portadores de grandes tesouros no fundo do mar ou em alguma caverna. São bons.
• Dragões negros= São ruins e moram no subsolo. Quando incomodados criam tempestades e terremotos, pois são os senhores do clima e tempo meteorológicos.

CELTAS

• Cavalo do vingador= Sleipnir, o cavalo negro que Loki deu para Odin. O original teria 8 patas.



• Sheila= Morgana, maga irmã do rei Artur.



• Presto= Um aprendiz de druida, talvez inspirado na figura de Merlin.



• Curiosidade: para os vikings os druidas não eram profissionais e sim circunstanciais, recebendo o nome de godis. Os godis eram especialistas em artes divinas das runas, símbolos do alfabeto germânico. Talvez as palavras God e good sejam derivadas de godi.



• Bobby= Inspirado no povo nórdico, para quem os chifres representavam força, violência e virilidade. Sua coragem e seu bastão que estremece tudo lembra o deus do trovão, Thor.



• Eric= O cavaleiro covarde tem o nome do herói do período arturiano que hoje se conhece como São Jorge. Trata-se do guerreiro chamado Siegfried, mais conhecido como Sigurd, o matador de dragões, que era chamado de Éric pelo anão Regin que o criou depois da morte de seu verdadeiro pai, Sigmund, ser morto por Odin, seu avô. A Éric é dada a honra de ser Mestre dos Magos por um dia, quando este enfrenta o Vingador para que seus amigos possam voltar pra casa através do portal que ele abre. Uma outra semelhança com Sigurd é o amuleto que Éric usa que o transforma em homem-sapo, pois Sigurd tinha um amuleto que o transformava em que ele desejar.



• Mestre dos Magos= Dagda, um deus bom com o poder de matar 9 homens de uma só vez com um lado de seu bastão e ressuscitar os mortos com a outra. Representante supremo dos sacerdotes (druidas, sacerdotisas e godis). Senhor da magia e sabedoria. Em seu caldeirão nunca falta comida e ele nunca deixa um viajante com fome.


SINCRETISMO

• Uni= Unicórnio é um animal sagrado para gregos e celtas, e para os chineses é um dos criadores do mundo.




• Vingador= Vampiro, anjo da morte, mago. É representante do catolicismo, por isso é o personagem mais odiado. Ele dá uma dica de que está no passado por que captura um soldado na época do nazismo para alterar a História e fazer a Alemanha vencedora, um forte indício, pois a Igreja se aliou ao nazismo na 2ª. Grande Guerra.


• Armas= o Vingador querer as armas significa a cultura roubada de outros povos para no fim persuadi-los, como aconteceu, por exemplo, com as armas que os celtas venderam para Roma e foram por elas vencidos.



• A irmã do Vingador= Separação entre a Igreja Católica e Anglicana. Portanto, de certa forma, o Vingador representa os eclesiásticos da Igreja, lembrando que houve papa que até já comandou tropas de guerra. O castelo onde os dois brigam simboliza a antiga Igreja antes da separação.



• Curiosidade: O vingador é muito grande em relação ao Mestre dos Magos. Talvez seja para compará-lo aos antigos gigantes, inimigos dos deuses celtas, gregos e até hinduístas. Pois até no Hinduísmo a relatos de deuses versus gigantes, como exemplo, Rama, um avatar de Vishnu, que vence o gigante Ravana, de 10 cabeças, com uma flechada no umbigo.



• Hank= O líder loiro lembra ao mesmo tempo Apolo, e deus grego do sol e das belas-artes que antes era apenas o patrono dos arqueiros, e os elfos celtas, por que o arco é sua principal arma.


CATOLICISMO

• Mestre do Vingador= Certa vez o Mestre dos Magos diz que o bem e o mal são a mesma energia, que um pode ser convertido no outro e nisso, transforma a energia ruim do Vingador m boa e a joga de volta. Mas se um é bom e o outro mau por que se unem? Aparece um monstro que abre as nuvens mostrando apenas um olho, quando o Vingador olha para cima e diz: "―Não, Mestre, eu não falhei!". Dois segundos para você adivinhar quem é o "Mestre". O mestre do Vingador é Deus, não pode ser outro, por isso todos fogem juntos, uma vez que ele é o pior monstro de todos e mata sem pena. É uma crítica clara ao poder sanguinário da Igreja que se voltou várias vezes contra seus próprios fies, como na perseguição a Lutero, aos cátaros (Concílio de Latrão) e aos judeus, o povo que deu origem ao cristianismo.



• Demônio das Sombras= Lembremos que Lúcifer era um anjo, no cristianismo, e assim como Hades, o deus grego do submundo ou tártaro, quis tomar o lugar do chefe e foi expulso, ganhando um reino próprio, lugar este que nos é ensinado com o nome de Inferno. Mas, na "Caverna do Dragão" não há Inferno nem Céu, logo, os demônios estão no mesmo mundo dos mortais e deuses. Então, o Demônio das Sombras é o Demônio cristão que foi agora subordinado ao Vingador, pois, no fim, ambos continuam seguindo o mesmo mestre.


ATEU POETA

Mais textos de Ateu Poeta em: http://ajaspacoti.blogspot.com/2011/06/mestre-dos-magos.html

domingo, 1 de janeiro de 2012

Abordagem - O mito do Ateísmo

Talvez essa seja uma dúvida que poucos ou nenhum ateu tem. O ateísmo realmente deve ser disseminado a qualquer custo, doa a quem doer? A verdade sobre o Universo é tão importante a ponto de abordarmos pessoas que crêem em um dos muitos contos de fadas e quebrar o encanto feito por eles?

A resposta nem sempre é simples, e como em muitos outros assuntos, não há uma verdade universal. Porém há o bom-senso, que deveria ser utilizado por todos em qualquer momento da vida. O bom-senso neste caso deve abordar o “como, quando, porque e para quem”.

A maneira com que se fala sobre o ateísmo faz grande diferença num diálogo entre ateu e crente. O feedback que o ateu receberá deste crente dependerá, dentre outros fatores, da maneira como ele o abordou. Algumas vezes, mesmo que a maneira como que se iniciou a conversa seja banhada de educação e sinceridade, o religioso não aceitará e muito menos concordará com o que foi dito. Mas isto não é novidade alguma, certo?

E quando falar? Quando se ‘assumir’ ateu? E quando perguntarem o que significa isso? “Então, você não acredita em nada?”. Alguns fazem questão de dizer que são ateus. “Oi, prazer, eu sou ateu”. Já outros acreditam que a escolha de crer ou não crer não é um fator tão importante para os relacionamentos. Como já dito, não há apenas uma maneira exata de agir.

E porque se dizer ateu? Para quem se deve dizer? Se você convive com a pessoa, conversa frequentemente com ela, provavelmente em algum momento chegarão neste ponto. Se você não tomar a iniciativa, certamente a outra pessoa tomará. Pode demorar, porém é provável que a religião seja um dos assuntos abordados. Porque, querendo ou não, a missão de “desconverter” um ‘crente’ é, no mínimo, excitante.

VAMOS CELEBRAR A ESTUPIDEZ HUMANA

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015 VAMOS CELEBRAR A ESTUPIDEZ HUMANA http://colunaclio.blogspot.com.br/2015/01/vamos-celebra...